Este Ferrari é o mais caro vendido este século. E o dinheiro vai todo para a solidariedade

160

É o mais valioso automóvel vendido em leilão no século XXI. O LaFerrari arrematado este sábado em Itália por 7 milhões de dólares entra assim para a história, e o dinheiro vai todo para a ajuda às vítimas dos sismos que abalaram o centro de Itália nas últimas semanas.

A iniciativa partiu da marca de Maranello, que decidiu construir mais uma unidade deste seu modelo especial para fins solidários. Originalmente, a Ferrari tinha anunciado que iria fabricar apenas 499 destes carros, para serem vendidos a clientes especiais – escolhidos pela construtora italiana por serem fiéis à marca e desde que se comprometessem em não os revender por um período de pelo menos 18 meses.

O LaFerrari

Cada LaFerrari tinha um preço de 1,5 milhões de dólares.

Após a tragédia dos sismos que arrasaram aldeias inteiras no centro do país, a marca italiana decidiu construir mais uma unidade do LaFerrari, a 500.ª, para ser leiloada com o compromisso de que os proveitos da venda seriam totalmente entregues ao fundo de ajuda às vítimas de terramotos da Fundação Italo-Americana.

A venda foi realizada pela canadiana RM Sotheby’s, especializada em leilões automóveis, que igualmente prescindiu da sua comissão.

O LaFerrari é o primeiro automóvel híbrido da Ferrari – inclui um sistema de propulsão elétrico em paralelo com o motor de combustão interna. Aproveita o know-how neste tipo de tecnologia aprendido na Fórmula 1 para criar um carro com 949 cavalos que proporciona – segundo todos os testes já divulgados – uma experiência de condução ímpar.

Gostaríamos muito de ouvir a sua opinião...

Comentários

Casual 728x90

Deixe uma resposta